Guindaste tomba e paralisa trecho da Linha 8 por quase 18 horas

 

No final da noite de sábado, durante as obras de modernização da Linha 8-Diamante, um guindaste tombou, derrubando a rede aérea de alimentação dos trens. O acidente aconteceu na estação Jardim Silveira e não deixou feridos. O equipamento era utilizado nas obras de modernização que estavam sendo feitas na estação.

O acidente interrompeu o tráfego de trens entre as estações Barueri e Sagrado Coração. A CPTM acionou o sistema PAESE (Plano de Ajuda a Empresas em Situação de Emergência) que, segundo os seguidores da página e do perfil colaborativo “Diário da CPTM” (que divulgou as primeiras fotos do ocorrido, enviada pelos seguidores), não veio.

Ainda segundo relatos dos leitores da página, houve confusão com, inclusive, invasão dos ônibus das linhas que passavam pelas estações. No começo da manhã do domingo, a restrição foi ampliada para entre as estações Barueri e Itapevi, o que permaneceu até o final da tarde.

Por volta das 17h, a circulação foi reestabelecida no trecho. No entanto, ainda em velocidade reduzida para o término da manutenção na rede. Na noite do domingo, o trecho teve seu sistema elétrico normalizado.

 

José E. Sales

É blogueiro desde 2009, primeiramente no extinto “Linha Circular” e, agora, no “Circular Avenidas”. Foi colunista da “Revista Interbuss” entre 2010 e 2015. É um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Também é estudante de jornalismo e quer se especializar na área de mobilidade urbana.
Fale conosco: contato@circularavenidas.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *