Os passageiros são apenas números…

Na última sexta, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) divulgou em seu site um informativo com “perguntas e respostas” aos usuários quanto às alterações que ocorreram neste domingo, 25 de fevereiro.

A principal dúvida, que é como ficarão os usuários que iam até o Metrô Barra Funda através das linhas 350TRO e 385TRO. Ela foi respondida em três questões:

11 – Como fica a situação do usuário que tem como destino a Barra Funda, o Hospital das Clínicas ou Pinheiros?
No deslocamento até a Barra Funda, Pinheiros e Hospital das Clínicas, os usuários poderão utilizar as linhas com destino a Osasco (Vila Yara) e acessar, em qualquer ponto de contato entre as redes, a Linha 8 – Diamante da CPTM, beneficiando-se da integração tarifária entre as linhas de ônibus intermunicipais metropolitanas e os trens da CPTM e do Metrô. Outra possibilidade é a transferência para as linhas municipais de São Paulo na Vila Yara, em Osasco.
No caso de deslocamentos para o Hospital das Clínicas, a partir de 27/02 haverá a possibilidade de utilizar as linhas com destino à Vila Yara, transferir-se para a linha 840 (Butantã) e depois para a linha metropolitana 576 SÃO PAULO (METRO BUTANTÃ) – SÃO PAULO (CLINICAS), com acesso direto ao HC. O valor da tarifa total será de R$ 5,65, mesmo valor que o usuário pagava na linha 225 Carapicuiba (COHAB 5) – SP (Pinheiros).

17 – Como fica a situação do usuário que utiliza a linha 350? Quais as opções para quem precisa ir até a Barra Funda?
No caso de Jandira, os usuários interessados no deslocamento até a Barra Funda poderão utilizar as linhas 130, 133, 133BI1, 350, 350BI1, 517 e 557, e acessar a Linha 8 – Diamante da CPTM, beneficiando-se da integração tarifária entre as linhas de ônibus intermunicipais metropolitanas e os trens da CPTM e do Metrô. Existe ainda a possibilidade de transferência para as linhas municipais de São Paulo na Vila Yara, em Osasco. Outra opção é a integração com a linha 850 até a Lapa, em São Paulo, com posterior acesso às mais diversas linhas da SPTrans.

20 – Quais as opções de deslocamento de Pirapora do Bom Jesus para a Barra Funda?
A linha 385 Pirapora/Barra Funda possui apenas uma viagem por sentido, nos dias úteis, com tarifa de R$ 7,90, transportando a média diária de 80 passageiros. O deslocamento até São Paulo (Pinheiros e Lapa) será realizado através da integração entre as linhas 082/082BI1/082DV1 com as linhas 840 e 850 (integração através do cartão BOM).
O deslocamento até a Barra Funda poderá ser realizado através das linhas 824, 824VP1, 418, 082, 082VP1 e 082BI1, integradas com a linha 8 da CPTM, na Estação Barueri.

Por essas respostas, vemos que, para a EMTU, os passageiros são meros números. O formato de “troncalização” que está sendo utilizado, onde uma linha única substitui várias outras que fazem o mesmo trajeto, é o sistema mais utilizado em sistemas de transporte modernos. No entanto, é necessário haja condições e infraestrutura que agilizem a viagem, tais como corredores e terminais – que é o que não ocorre hoje. A EMTU está simplesmente cortando oito linhas no Terminal Vila Yara e oferecendo duas alternativas que sequer contam com ônibus com maior capacidade em grande quantidade. A maioria dos ônibus serão veículos comuns e, certamente, o usuário não vai seguir viagem no primeiro veículo quando chegar ao terminal.

Só essa espera pelo próximo veículo vaí fazer o usuário perder um tempo na fila e, quando embarcar, o coletivo vai percorrer o mesmo viário de sempre, que não possui corredor exclusivo. O corredor Itapevi, que está sendo construído, será importante na interligação dos municípios da região oeste. No entanto, para quem vai para São Paulo, não vai ajudar muito.

Além disso, a EMTU desconsidera os usuários que querem chegar até o Metrô Barra Funda, ao oferecer a CPTM (via Linha 8-Diamenante) ou mesmo o Metrô (via conexão da Linha 4-Amarela com a 3-Vermelha) ou mesmo (pasmem) as linhas da SPTrans que partem do Terminal Vila Yara como alternativas. Ela simplesmente repassa o problema. Por que não uma terceira linha chegando até a Barra Funda? O fato de uma linha ter uma partida diária não a faz menos importante do que as outras. Aliás, ela tem baixa demanda e, por isso, tem uma partida só ou tem uma partida só porque tem baixa demanda (como justificou ao cortar a 385TRO)?

A EMTU está cometendo o mesmo erro que a SPTrans em seus cortes: não está dialogando com a comunidade. E essa falta, certamente, vai implicar em mais pessoas pensando em optar pelo transporte individual. Só quem perde é o transporte público e a comunidade, que é cada vez mais empurrada a contra-gosto para o já saturado transporte sobre trilhos.

Para ver o “perguntas e respostas” na íntegra, clique aqui.

Linhas mencionadas neste post:

082TRO Pirapora do Bom Jesus/Jd. Bom Jesus – Osasco/Vila Yara
082BI1 Pirapora do Bom Jesus/Igavetá – Osasco/Vila Yara
082DV1 Pirapora do Bom Jesus/Jd. Bom Jesus – Osasco/Vila Yara, via Paiol
130TRO Jandira/Jd. Nossa Senhora de Fátima – Osasco/Vila Yara
133TRO Itapevi/Cohab/Jd. Paulista – Osasco/Vila Yara
133BI1 Itapevi/Vila Gióia – Osasco/Vila Yara
225TRO Carapicuíba/Cohab 5 – São Paulo/Pinheiros (será extinta)
350TRO Itapevi/Cohab – Osasco/Vila Yara
385TRO Pirapora do Bom Jesus/Jd. Bom Jesus – São Paulo/Barra Funda (será extinta)
428TRO Barueri/Jd. do Líbano – Osasco/Vila Yara
517TRO Itapevi/Centro – Osasco/Vila Yara
557TRO Jandira/Jd. Nossa Senhora de Fátima – Osasco/Vila Yara
576TRO São Paulo/Metrô Butantã – São Paulo/Clínicas
824TRO Pirapora do Bom Jesus/Jd. Bom Jesus – Barueri/Centro
824VP1 Pirapora do Bom Jesus/Parque Paiol – Barueri/Centro
840TRO Osasco/Terminal Luiz Bortolosso – São Paulo/Metrô Butantã
850TRO Osasco/Terminal Luiz Bortolosso – São Paulo/Lapa

José E. Sales

É blogueiro desde 2009, primeiramente no extinto "Linha Circular" e, agora, no "Circular Avenidas". Foi colunista da "Revista Interbuss" entre 2010 e 2015. É um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Também é estudante de jornalismo e quer se especializar na área de mobilidade urbana. Fale conosco: contato@circularavenidas.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *