Ponte de acesso à Via Dutra é interditada

Um novo problema em pontes/viadutos afeta a cidade de São Paulo. O problema da vez foi na Ponte Presidente Dutra, que liga a pista expressa da Marginal Tietê, sentido Rodovia Ayrton Senna, à Rodovia Presidente Dutra. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (Siurb) pediu à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) a interdição da ponte após uma vistoria apontar o rompimento de uma viga de apoio da estrutura no pilar junto à margem esquerda do Rio Tietê. Segundo nota da Prefeitura, o problema é semelhante ao ocorrido no viaduto da Marginal Pinheiros. No entanto, a estrutura não cedeu e o pilar está preservado.

Ontem, 22 de janeiro, a empresa Concremat, contratada pela Siurb para vistoriar a ponte, entregou um laudo preliminar apontando o rompimento da viga. Nesta quarta, 23, foi feita uma vistoria conjunta dos técnicos da empresa com os da Siurb. Com o auxílio de equipamentos que permitiram avaliar o problema, foi decidido pela interdição da ponte por tempo indeterminado.

A Ponte Presidente Dutra é de responsabilidade do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). Por conta disso, a Prefeitura de São Paulo e o Governo Federal terão de definir em conjunto a obra emergencial que será realizada no local.

Alternativas – Para os motoristas que precisam acessar a Via Dutra, as alternativas indicadas pela CET são as seguintes:
– fazer a transposição da pista expressa para central e assim utilizar a Ponte que dá acesso à pista lateral da Dutra. Essa transposição fica logo após a Ponte da Vila Guilherme. A Ponte também pode ser acessada pela pista local;

Sugestão de trajeto alternativo da CET (Arte: CET)

– seguir pela pista local da Marginal Tietê no sentido Ayrton Senna e acessar a pista lateral da Dutra pela Ponte do Tatuapé – Deputado Ricardo Izar.

Detalhe do acesso da pista expressa para a central (Arte: CET)

 

Detalhe do acesso à pista lateral da Dutra (Arte: CET)

Ainda de acordo com a CET, não haverá mudanças para que segue para a Zona Leste pela pista expressa. Agentes da CET monitoram o trânsito na região desde o início da interdição, a fim de garantir condições de circulação com segurança. A Companhia informa que irá reforçar a sinalização na área com faixas e painéis de mensagem móveis.

==========

Siga o Circular Avenidas nas redes sociais:

 

José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: esales@circularavenidas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.