Linha 10-Turquesa volta a operar depois de 21h paralisada

Pouco mais de 21h desde que teve sua operação paralisada, a Linha 10-Turquesa, da CPTM, retomou suas operações por volta das 19h desta segunda-feira.

A linha encontrava-se paralisada desde às 22h deste domingo devido às chuvas intensas que caíram na região sudeste da cidade de São Paulo e nos municípios do grande ABC. O aguaceiro inundou boa parte da Linha 10, o que levou à suspensão dos serviços até que a água baixasse. No entanto, a chuva perdurou por toda a madrugada, o que impediu o escoamento imediato da água, o que impediu a ativação da linha às 4h.

No começo da manhã, foi cogitada a hipótese da linha permanecer paralisada durante todo o dia, devido a dúvidas sobre o impacto da água nos equipamentos de via. No entanto, no meio da tarde, o Secretário dos Transportes Metropolitanos Alexandre Baldy anunciou que a linha voltaria a operar por volta das 19h30. No entanto, conseguiram reativá-la meia hora antes.

Desde que voltou à operação, a linha está operando em velocidade reduzida e com maior tempo de parada em toda a sua extensão.

Paese – Sem a Linha 10 Turquesa, a CPTM acionou o sistema Paese. No começo da manhã, os vários pontos de alagamento que haviam nas cidades do ABC impediram a chegada dos coletivos que iriam operar o serviço. Durante o dia, mesmo com o fim dos alagamentos, não houve notícia se o sistema foi, de fato, acionado.

Outra linha que em que foi acionado o Paese foi a Linha 9-Esmeralda. O motivo foi um alagamento entre as estações Santo Amaro e Granja Julieta. No entanto, ele durou por um período mais curto: das 3h45 às 5h45.

==========

Siga o Circular Avenidas nas redes sociais:

José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: esales@circularavenidas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.