Cartões emitidos antes de 2014 foram bloqueados. O que fazer?

6 de outubro de 2019 0 Por José E. Sales
Cartões emitidos antes de 2014 foram bloqueados. O que fazer?

Veja neste post o que fazer, segundo a SPTrans


Por José Euvilásio Sales
esales@circularavenidas.com.br
com informações da SPTrans


Desde 1º de outubro, a carteira “comum” com saldo superior a R$ 43,00 dos cartões do Bilhete Único, anônimos (sem identificação) ou não, emitidos antes de 2014 está bloqueado. Não consegui usar o saldo acima de R$ 43,00, o que fazer?

Para reaver o saldo, o usuário deve se cadastrar no site bilheteunico.sptrans.com.br . Após a conclusão do cadastro e aprovação da foto, ele deverá retirar um novo cartão em um posto dos terminais da SPTrans. Para retirar o novo cartão, o usuário deverá levar o antigo que, caso não seja entregue, será cobrada uma taxa de R$ 30,10 (equivalente a sete tarifas). 72 horas depois de retirar o cartão novo, os créditos remanescentes poderão ser restaurados para esse cartão.

Importante: nos cartões emitidos antes de 2014 foram bloqueados apenas os créditos excedentes a R$ 43,00 do BU comum. Caso o usuário também receba créditos do vale transporte no mesmo bilhete, eles não sofreram o bloqueio, podendo ser utilizados normalmente. Inclusive não há necessidade de troca de cartão caso o usuário só o use para receber o Vale Transporte.

Resumindo: Precisará trocar de bilhete único quem possui, no mesmo cartão, as seguintes situações:
– utiliza somente crédito Comum;
– não tem créditos vale-transporte;
– o cartão foi emitido antes de 2014 ou é anônimo; e
– não usou o excedente de crédito comum acima de R$ 43,00 até 30/09/2019.

A SPTrans orienta o usuário a consultar a situação do seu Bilhete Único através do link http://www.sptrans.com.br/consultabilhete, antes de se dirigir a um Posto de Atendimento.



Este site é o Circular Avenidas, informativo sobre mobilidade urbana.
– se tiver fotos, vídeos ou informações, mande pra gente: 11 94040 3050, via Whatsapp ou Telegram (só para texto. Não atenderemos ligações para o número ou chamadas de áudio pelo Whatsapp/Telegram).
– se preferir, mande para esales@circularavenidas.com.br ;
– não temos nenhum vínculo com empresas ou gestoras de sistemas de transporte.

Siga-nos nas redes sociais:
– no Facebook: www.facebook.com/circularavenidas
– no Twitter: twitter.com/circavenidas
– no Instagram: www.instagram.com/circularavenidas
– informações via Telegram: https://t.me/CircAvenidas