Nesta quarta, novamente, de 60% a 70% da frota de ônibus irá operar

Nesta quarta-feira, 30 de maio, a frota que irá operar o transporte coletivo por ônibus será entre 60% e 70% do total para o horário. A informação foi divulgada pela SPTrans, em nota emitida esta noite.

Para compensar, a CET irá manter a suspensão do rídízio de veículos por toda a semana. Além disso, o Metrô e a CPTM irão operar das 4h à 1h, conforme acordo entre a Prefeitura de São Paulo e a Secretaria dos Transportes Metropolitanos. A Zona Máxima de Restrição à Circulação de Caminhões está suspensa por toda esta semana para facilitar o reabastecimento dos serviços essenciais da cidade.

Veículos que pararem nas vias por pane seca continuarão não sendo multados. No entanto, o condutor deve remover o veículo para um local onde não atrapalhe a circulação.

A operação – Nesta terça o transporte coletivo começou a operar com 67% da frota máxima para o pico da manhã. Durante o entrepicos as empresas foram autorizadas a operar com 60% da frota. E a partir das 16h30, 68% da frota foi colocada na rua.

Enquanto perdurar as dificuldades de abastecimento, a Prefeitura autorizou as empresas a operarem a Rede Noturna com metade da frota. Isso acarretará em aumento dos intervalos. As linhas estruturais passarão a operar com meia hora de intervalo entre as partidas. Já as locais terão uma hora de intervalo.

Caminhões-tanque fora da ZMRC – Nesta terça o prefeito Bruno Covas assinou um decreto liberando a circulação de caminhões-tanque para o transporte de combustível com até três eixos traseiros a circularem pela cidade. A autorização será por 60 dias. Nesse período, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes trabalhará no novo Plano Diretor do Transporte de Cargas da cidade.

José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: contato@circularavenidas.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.