O novo Terminal Vila Prudente

No último sábado, 11 de maio, foi aberta à operação a Ala Central do Terminal Vila Prudente. Ela fica embaixo da estação Vila Prudente da Linha 15-Prata de monotrilho. Além da central, o Terminal ainda possui duas: a Norte, a mais antiga, que fica na Rua Trocari, entre a Av. Paes de Barros e Rua Ibitirama – nela está a Plataforma 1; e a Ala Sul, aberta à operação no ano passado, fica na Rua Correia Barros, entre as ruas Ibitirama e Oliveira Gouvêia, onde fica a plataforma 6 (antiga Plataforma 5, onde ficava a 5109/10 Terminal Vila Prudente-Terminal Mercado – que agora está dentro da Ala Central, na Plataforma 4).

Embora a Prefeitura se refira a este período pré-inauguração como “Operação Assistida”, na verdade o terminal está em pleno funcionamento. A inauguração só oficial só será realizada no dia 20 de maio. Ela só não foi realizada no próprio dia 11, segundo informações extra-oficiais, por problemas de agenda do Prefeito Bruno Covas. E, como não é comum a abertura de terminais sem o procedimento (político e burocrático) da “Inauguração”, usam este eufemismo – mais comum em estações de Metrô ou Trem e, mesmo assim, depois da inauguração. Mas o importante é o local já está em uso pelo público, não é?

Linhas 5110/10 e 5142/10 desembarcando passageiros no sentido centro: há espaço para mais uma faixa ali.

Como é? – A Ala Centra do Terminal Vila Prudente possui duas pistas, cada uma com duas faixas de rolamento: uma pista no sentido centro, entre as plataformas 2 e 3, e outra no sentido bairro, entre as plataformas 4 e 5. A opção por duas faixas, aparentemente, foi tomada justamente pelas saídas do terminal terem apenas uma faixa. Mas elas parecem ter espaço para mais uma faixa, que talvez, venha a ser instalada quando mais linhas tiverem seus pontos finais colocados no terminal.

Novo ponto da 5109/10 Terminal Vila Prudente-Terminal Mercado: a única com pré-embarque.

Junto a saída do sentido bairro, na Plataforma 4, fica o ponto inicial da linha 5109/10 Terminal Vila Prudente-Terminal Mercado. Ela possui um sistema de pré-embarque exclusivo. Para seguir para o Terminal Mercado, a 5109 precisa fazer o contorno em um acesso para a pista no outro sentido. No último sábado vários operadores tiveram problemas para completar o retorno. Atrás do espaço da 5109/10, fica mais um espaço para um segundo ônibus articulado de 23m e, atrás deste espaço, o ponto de passagem das linhas 5110/10 Terminal São Mateus, 5110/41 São Mateus e 5143/10 Terminal Sapopemba. Como para sair do terminal há a necessidade de seguir para a faixa da direita, caso exista um ônibus de outra linha parado para embarque na Plataforma 5, os ônibus podem ficar retidos enquanto o embarque não termina. Nesta segunda a operação foi tranquila no pico da tarde e problemas nesse sentido não foram vistos enquanto estivemos por lá. Houve acompanhamento da CET para ajuste no tempo dos semáforos entre o fluxo de coletivos que deixava o terminal e o trânsito da Av. Luiz Inácio de Anhaia Mello.

Saída, sentido bairro, do Terminal Vila Prudente: uma faixa só, em revezamento o tempo semafórico com os carros de passeio e com os pedestres.

Outro ponto complexo e que raramente é estudado na construção dos terminais é o fluxo dos usuários. Tanto no sábado quanto nesta segunda-feira, presenciamos muitas pessoas cruzando as pistas do terminal ao invés de usarem as passarelas. Além disso, pedestres tentaram entrar no terminal pelo acesso junto à faixa que cruza com o acesso dos ônibus da Av. Luiz Inácio de Anhaia Mello, em frente à entrada principal da estação Vila Prudente da Linha 2-Verde. Embora haja uma abertura ali, ela é somente para acesso dos coletivos, que vem por uma faixa exclusiva. Não há sequer uma calçada que ligue a parte de fora com o interior do terminal. O passageiro que quiser entrar deverá fazê-lo por uma passarela depois do acesso à Linha 15-Prata. Na saída do terminal, no sentido centro, ocorre o mesmo problema. Isso dá muito trabalho aos seguranças terceirizados e fiscais da SPTrans, que a toda a hora tem de ficar apitando para alertar os passageiros a não entrarem ou saírem por esses acessos.

Pedestre atravessando pela via: apitos constantes dos fiscais da SPTrans e dos guardas terceirizados.

O terminal conta ainda com máquinas de autoatendimento para recarga do Bilhete Único e também, com um posto de atendimento da SPTrans que disponibilizará serviços como venda e restituição de créditos do Bilhete Único. Ele fica no acesso exclusivo para o terminal, depois do acesso à Linha15-Prata, para quem vai no sentido centro da Av. Luis Inácio de Anhaia Mello.

==========

Siga o Circular Avenidas nas redes sociais:

 

José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: esales@circularavenidas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.