Teste com bilhetes QR-Code é prorrogado pela STM

20 de outubro de 2019 0 Por José E. Sales
Teste com bilhetes QR-Code é prorrogado pela STM

As estações Capão Redondo, Giovanni Gronchi e Largo Treze, da Linha 5-Lilás, passam a vender o bilhete em período integral a partir desta segunda


Por José Euvilásio Sales
esales@circularavenidas.com.br


A Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) prorrogou por mais 45 dias, a contar da última sexta-feira, 18 de outubro, o período de testes dos bilhetes QR-Code.

Com a mudança da data final, o prazo de validade dos bilhetes passa a ser o dia 2 de dezembro. No entanto, a recomenda que os bilhetes sejam usados em até 72 horas depois de adquiridos, para evitar desgaste da impressão do código de barra. Os bilhetes só valem para acesso à estações de Metrô e da CPTM participantes do projeto, sem integração com outros modais.

Os códigos podem ser adquiridos de três maneiras, todas no valor da tarifa vigente de R$ 4,30:
– nas bilheterias das estações em que ocorrem os testes: códigos impressos, com pagamento somente em dinheiro;
– nas máquinas de autoatendimento nas estações em que ocorrem os testes: códigos impressos, podendo ser pago em cartão de débito;
– através do aplicativo VouD, onde podem ser adquiridos códigos com pagamento via cartão de crédito.

Depois de adquiridos, para passar pelos bloqueios (catracas), devem ser usados da seguinte maneira:
– no caso dos bilhetes impressos, adquiridos nas máquinas ou na bilheteria, basta passar o código impresso no validador dos bloqueios identificados;
– já no caso dos bilhetes adquiridos via aplicativo, basta abrir o visor do celular no validador dos bloqueios identificados.

As estações em que estão ocorrendo os testes são as seguintes:
CPTM: estações Autódromo (Linha 9-Esmeralda), Tamanduateí (Linha 10-Turquesa), Dom Bosco (Linha 11-Coral) e Aeroporto-Guarulhos (Linha 13-Jade). As bilheterias funcionam durante todo o horário de operação. No caso da CPTM, é de domingo a sexta-feira das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h de domingo.
Metrô: estações São Judas (Linha 1-Azul), Paraíso (linha 1-Azul e 2-Verde) e Pedro II (Linha 3-Vermelha), do Metrô; Capão Redondo, Giovanni Gronchi e Largo Treze (Linha 5-Lilás), operada por concessão pela Via Mobilidade. São dois bloqueios por estação com o validador. No Metrô (incluídas as estações da Linha 5-Lilás, a partir desta segunda-feira, 21/10), o funcionamento é de domingo a sexta-feira das 4h40 à meia-noite, e aos sábados das 4h40 à 1h da manhã do domingo.

De acordo com a STM, já foram vendidos 281 mil bilhetes, sendo 92,9% comprados em bilheterias, 5,5% em máquinas de autoatendimento e 1,6% no aplicativo VouD. Entre as empresas, 50,3% dos bilhetes foram vendidos nas estações do Metrô, 47,7% nas da CPTM e o restante no app ou na loja da Autopass. No Metrô, a estação com maior número de vendas foi a Paraíso, da Linha 1-Azul, com 47 mil bilhetes; na CPTM, a Dom Bosco, da Linha 11-Coral, com 43 mil.



Este site é o Circular Avenidas, informativo sobre mobilidade urbana.
– se tiver fotos, vídeos ou informações, mande pra gente: 11 94040 3050, via Whatsapp ou Telegram (só para texto. Não atenderemos ligações para o número ou chamadas de áudio pelo Whatsapp/Telegram).
– se preferir, mande para esales@circularavenidas.com.br ;
– não temos nenhum vínculo com empresas ou gestoras de sistemas de transporte.
Siga-nos nas redes sociais:
– no Facebook: www.facebook.com/circularavenidas
– no Twitter: twitter.com/circavenidas
– no Instagram: www.instagram.com/circularavenidas
– informações via Telegram: https://t.me/CircAvenidas