Justiça determina que Prefeitura de São Paulo coloque 100% da frota de ônibus nas ruas

SÃO PAULO/SP – No começo da tarde desta quinta-feira, o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de São Paulo conseguiu uma liminar que obriga a Prefeitura de São Paulo a colocar 100% da frota de ônibus nas ruas. Atualmente, a está em operação 84% da frota (ou 10.791 coletivos), segundo nota distribuída pela SPTrans no último dia 25/06.

A tutela antecipada foi concedida pelo Desembargador Fernão Borba Franco, da 7ª Câmara de Direito Público, do Tribunal de Justiça de São Paulo. Em seu despacho, o magistrado diz: “Dito isso, dados o contexto fático que evidencia a inadequação do serviço público prestado à conformação jurídica que lhe é dada, concluí-se pela irracionalidade na decisão administrativa de manter a redução da frota de ônibus, de forma que fica DEFERIDA a tutela antecipada para determinar o retorno da frota integral às ruas.”

A Prefeitura tem 48 horas para cumprir a determinação. Caso contrário, será cobrada uma multa diária de R$ 50.000,00.

Em entrevista à Globonews, o Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que irá recorrer da decisão. Segundo ele, o cumprimento da determinação custará R$ 300.000.000,00 à Prefeitura. Esse é o valor de subsídio que será pago às empresas operadoras para o acréscimo de frota.



Este site é o Circular Avenidas, informativo sobre mobilidade urbana, e não temos nenhum vínculo com empresas ou gestoras de transporte.
Se tiver fotos, vídeos ou informações, mande para esales@circularavenidas.com.br ou para as redes sociais, via mensagem direta.
Siga-nos nas redes sociais:
– no Facebook: www.facebook.com/circularavenidas
– no Twitter: twitter.com/circavenidas
– no Instagram: www.instagram.com/circularavenidas
– informações via Telegram: https://t.me/CircAvenidas


José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: esales@circularavenidas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.