Em Destaque Trânsito

“Motociata” deve afetar tráfego em parte de São Paulo neste sábado

SÃO PAULO/SP – Neste sábado ocorrerá a “motociata”, um passeio de motociclistas, que contará com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo os organizadores, a concentração ocorrerá a partir das 7h na Avenida Olavo Fontoura, na zona norte da capital. Às 10h o grupo iniciará o deslocamento no sentido Rodovia dos Bandeirantes, que será interditada para o evento, seguindo até o km 62. A previsão é que o evento seja encerrado às 14h na Praça Ibrahim Nobre (Obelisco do Ibirapuera).

O provável trajeto do evento será o seguinte:
– Avenida Olavo Fontoura;
– Praça Campos de Bagatelle;
– Av. Santos Dumont;
– Avenida do Estado;
– Ponte Governador Orestes Quércia;
– Marginal Tietê;
– Rodovia dos Bandeirantes (Trevo km 62) – Ida e volta;
– Marginal Pinheiros;
– Ponte Engenheiro Ari Torres;
– Avenida dos Bandeirantes;
– Corredor Norte Sul – Av. Rubem Berta ;
– Avenida Pedro Álvares Cabral;
– Praça Armando de Sales Oliveira (retorno)
– Praça Ibrahim Nobre (Obelisco).

A CET não divulgou nenhum esquema de bloqueio dessas vias. Mas, assim como ocorrerá na Rodovia dos Bandeirantes, é provável que ocorram bloqueios aqui em São Paulo também, conforme a passagem do evento. Por isso, evite essas ou as vias próximas a essas. Caso não vá ao evento e precise se deslocar da zona sul para a zona norte e o local ficar próximo a uma estação, dê preferência para o Metrô, tomando todos os cuidados como o uso de máscara e de alcool em gel.

Contingente – De acordo com o Governo do Estado, foi feito um enorme esquema se segurança para a passagem do evento. O esquema contará com 6,3 mil policiais “a postos para garantir a segurança da população, a preservação do patrimônio, a fluidez no trânsito e o direito à livre manifestação”, de acordo com nota do Governo do Estado.

“O policiamento estará reforçado em toda a capital paulista, na região metropolitana e na rodovia dos Bandeirantes, por onde o grupo seguirá até o km 62. As áreas próximas aos pontos de concentração (Av. Olavo Fontoura) e dispersão (Obelisco do Ibirapuera) dos participantes também terão patrulhamento ampliado.

Serão empenhados policiais de batalhões territoriais e especializados, como Baep, Choque, Trânsito, Rodoviária e Comando de Aviação da PM, Canil, com quase 2.100 viaturas, incluindo cinco aeronaves, além de dez drones. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Resgate também estarão posicionadas ao longo do trajeto a fim de prestar atendimento à população em caso de emergência.

Outras unidades da PM permanecerão de prontidão e, se necessário, serão deslocadas para prestar apoio à operação. O ato será monitorado pelo sistema Olho de Águia, por meio de câmeras fixas, móveis, motolink e bodycams. As polícias Civil e Técnico Científica também reforçarão o efetivo em razão do evento.

A operação também contará com apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM), Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e AutoBAn. Representantes do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública, da Ouvidoria das Polícias e da Ordem dos Advogados do Brasil, seção São Paulo (OAB-SP), poderão acompanhar o trabalho das forças de segurança estaduais a partir da sala de Comando e Controle do COPOM.”



Siga o Circular Avenidas nas redes sociais:
– no Google News
– no Facebook;
– no Twitter;
– no Instagram.


LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *