Linha 15-Prata: estações entregues mas ainda por acabar

Nesta sexta, 06 de abril, ocorreu a última da série de inaugurações que o Governador Geraldo Alckmin realizou antes de renunciar ao mandato para concorrer à Presidência da República pelo PSDB. Desta vez, foram inauguradas quatro estações da Linha 15-Prata de monotrilho, do Metrô. São elas: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União.

Estação São Lucas: tomada sem espelho

No começo da manhã de sexta, uma reportagem da Rádio CBN noticiou que a estação Vila União ainda não estava totalmente acabada. Segundo a matéria, do repórter Pedro Durán, havia ainda muita coisa por fazer. Responsáveis pela obra disseram ao repórter que seria necessário ainda de um a dois meses para que a estação ficasse totalmente pronta. Sem esse tempo, deram um “banho de loja” na estação para que ela ficasse minimamente apresentável para a inauguração.

Algo semelhante vimos na estação São Lucas, no Parque São Lucas, na zona leste de São Paulo. Chegamos por volta das 8h45 e a equipe das obras estava se desdobrando para limpar a estação. Segundo uma pessoa com quem conversamos, seriam necessárias mais trinta pessoas para deixar a estação limpa até o horário previsto para a passagem do Governador. Havia muito pó e marca de cimento no chão, além de alguns pontos sujos de lama. Tinha até tomada sem espelho.

Acrílico no lugar do vidro na Estação Vila União

Por volta das 10h o trem M07 partiu da Estação Oratório. Ele levava a comitiva do Governo do Estado, passando por todas as novas estações e fazendo rápidas paradas. O embarque, pelo menos na São Lucas, não ocorreu porque os bloqueios estava fechados. Segundo o pessoal do Metrô, só o embarque só seria liberado quando a inauguração terminasse. Isso surpreendeu muita gente que já queria aproveitar o novo modal desde o primeiro minuto. Uma estudante, que chegou às dez para seguir no trem, teve de ir de ônibus por conta da restrição. O Metrô não chegou a informar previamente que a estação só estaria disponível à população depois da inauguração.

Se muita gente que tinha compromisso, saiu decepcionada, os moradores da região estavam contentes, curiosos e ansiosos pelo novo modal. A maioria chegou até antes das 10h e aguardou até o horário. Mas, mesmo ouvindo a explicação do pessoal da operação, não se importaram: “Para quem esperou tanto, o que são mais algumas horas”, disse um senhor.

O então Governador Geraldo Alckmin discursando na entrega das novas estações

A inauguração – A cerimônia de inauguração das novas estações foi feita na estação Vila União, a última das quatro novas. Além do então Governador Alckmin estiveram presentes no evento o até então Prefeito de São Paulo João Dória (que renunciou ao cargo horas depois para disputar o Governo Estadual), o Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo Sérgio Avelleda e o Secretário dos Transportes Metropolitanos Clodoaldo Pelissioni.

Em seu discurso, Alckmin enfatizou a entrega da primeira linha de monotrilho da cidade em sua gestão: “Quatro estações de uma vez só entregues aqui na Linha 15, na zona leste, uma das regiões mais populosas do país, 5 milhões de pessoas e nós já tínhamos entregue a estação Vila Prudente e a estação Oratório. Hoje estamos entregando mais quatro, estação São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila Jardim União. Mais quatro estações estão quase prontas, até junho deverão também estar entregues, que é a estação Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus”, disse. As novas estações serão entregues por Márcio França (PSB), que assumiu o Governo do Estado na tarde desta sexta.

Com esta inauguração, a rede de Metrô da cidade de São Paulo passa a ter 89,8Km de extensão. A Linha 15-Prata passa a ter 7,8km, ligando a Vila Prudente à Vila União. Neste primeiro momento, as estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União irão funcionar em “Operação Assistida”, no horário das 10h às 15h, de segunda a sexta, com acesso gratuíto. Quem for utilizar as novas estações nesse horário e quiser seguir até a Vila Prudente, terá de desembarcar na estação Oratório, realizar o pagamento da passagem e pegar o trem do trecho Oratório-Vila Prudente.

José E. Sales

É blogueiro desde 2009, primeiramente no extinto "Linha Circular" e, agora, no "Circular Avenidas". Foi colunista da "Revista Interbuss" entre 2010 e 2015. É um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Também é estudante de jornalismo e quer se especializar na área de mobilidade urbana. Fale conosco: contato@circularavenidas.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *