Oscilação de energia atrasa abertura das estações do Metrô e CPTM

Na manhã desta segunda-feira, três linhas do Metrô e três da CPTM tiveram problemas no sistema de energia elétrica logo no início da operação.

Na CPTM, houve uma oscilação de energia na estação Brás. Ela causou falha do equipamento de via, o que interferiu no início das operações das linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade entre as 4h e as 5h. Houve a abertura das estações, no entanto, os trens circularam com lentidão, gerando acúmulo de passageiros nas estações.

Já no Metrô, a oscilação provocou queda nos sistemas de sinalização das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. Sem o sistema, as estações abriram com atraso. A primeira a retomar a operação foi a linha 2-Verde, às 5h03. Em seguida, vieram as linhas 3-Vermelha, às 5h08 e, por fim, a 1-Azul, às 5h14. Apesar de abertas, usuários relatavam lentidão na circulação dos trens, provocando lotação nas estações.

Segundo entrevista o Diretor de Operações do Metrô, Milton Gióia, em entrevista ao G1, a oscilação de energia ainda queimou um dos servidores da Linha 1-Azul. Por conta disso, os trens tiveram de circular em modo manual, o que provocou lentidão na linha.

Apesar de serem problemas semelhantes, as oscilações de energia do Metrô e da CPTM não tem ligação entre si. Nenhuma das duas empresas soube dizer qual foi a causa das suas oscilações.

José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: contato@circularavenidas.com.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.