21 mil bilhetes são vendidos na primeira semana dos bilhetes QR Code

11 de setembro de 2019 0 Por José E. Sales
21 mil bilhetes são vendidos na primeira semana dos bilhetes QR Code

O número inclui tanto os bilhetes vendidos na CPTM quanto no Metrô


Por José Euvilásio Sales
esales@circularavenidas.com.br
com informações do Governo do Estado de São Paulo


O Governo do Estado divulgou que na primeira semana de testes nas estações da CPTM e do Metrô, foram vendidos 21.847 bilhetes com QR Code. Desse total, 91% foi comprado nas bilheterias das estações em que ocorrem os testes, 6,1% nas máquinas de autoatendimento e 3% no aplicativo VouD.

Para o Governo do Estado, esses números mostram a boa aceitação do usuário ao novo bilhete: “Estamos satisfeitos com os resultados desta primeira semana e com a aprovação dos passageiros. É um importante passo no nosso projeto de oferecer formas de pagamento mais seguras, modernas e eficazes aos passageiros e de racionalizar custos operacionais”, destaca o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

O bilhete em QR Code é um projeto-piloto em parceria entre a Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) e o Consórcio Metropolitano Transportes (CMT), que controla o cartão BOM. Os testes serão feitos por 45 dias sem ônus para o Governo do Estado, com a operacionalização feita pela Autopass, que cuida da parte tecnológica do BOM.

Os bilhetes QR-Code estão sendo vendidos nas bilheterias e em máquinas de autoatendimento das seguintes estações:
– Da CPTM: Autódromo, na Linha 9-Esmeralda; Tamanduateí, na Linha 10-Turquesa; Bo;sco, da Linha 11-Coral; e Aeroporto-Guarulhos, da Linha 13-Jade,
– Do Metrô: São Judas, Linha 1-Azul; Paraíso, da linha 1-Azul e 2-Verde; e Pedro II, da Linha 3-Vermelha.

Em cada uma destas estações, dois bloqueios estão identificados para ler os bilhetes em QR Code.

Além da compra nas estações, é possível a compra através do aplicativo VouD. Nos próximos 20 dias deve ser disponibilizado versão do aplicativo VouD em que possa ser feita a compra de bilhetes sem gasto com pacote de dados.

De acordo com a STM, a iniciativa visa diminuir o custo das empresas com a impressão das passagens. Segundo dados da secretaria, 25% dos usuários da CPTM e 15% dos do Metrô ainda usam os bilhetes unitários Edmolson.



Este site é o Circular Avenidas, informativo sobre mobilidade urbana.
– se tiver fotos, vídeos ou informações, mande pra gente: 11 94040 3050, via Whatsapp ou Telegram (só para texto. Não atenderemos ligações para o número ou chamadas de áudio pelo Whatsapp/Telegram).
– se preferir, mande para esales@circularavenidas.com.br ;
– não temos nenhum vínculo com empresas ou gestoras de sistemas de transporte.

Siga-nos nas redes sociais:
– no Facebook: www.facebook.com/circularavenidas
– no Twitter: twitter.com/circavenidas
– no Instagram:
– informações via Telegram: https://t.me/CircAvenidas