Artigo

Artigo: a antiga 374T

SÃO PAULO/SP – No final dos anos 90 e, principalmente, nos anos 2000, a Prefeitura de São Paulo começou um grande processo de seccionamento de linhas. Resumindo, corta-se uma linha em dois ou mais pedaços: uma ou mais com destino a um terminal de ônibus ou estação de Metrô; se for em terminal, outra linha levaria o passageiro a seu antigo destino, na maioria das vezes, em ônibus articulados/biarticulados; nas estações de Metrô, se não houver outra linha que cumpra o trecho correspondente, é para forçar mesmo a viagem por Metrô (e pagando um valor de integração). Esse é o conceito geral, em que a 677A/10, da qual falamos neste artigo, pode servir como exemplo. Mas, por vezes, uma perna da viagem não chegou a existir. Um exemplo é a linha 374T/10 Cidade Tiradentes – Metrô Vergueiro.

Em 2013, depois do descredenciamento da empresa Itaquera Brasil, a Prefeitura fez uma reformulação das linhas da zona leste e a 374T estava no meio do bolo. No lugar dela, foram criadas as linhas 519M/10 São Mateus – Museu do Ipiranga e 4018/10 Metalúrgicos – Terminal São Mateus e, como vemos, o trecho entre o Museu do Ipiranga e o Metrô Vergueiro ficou esquecido. Com isso, o passageiro com destino à Rua Vergueiro pode ter usado uma terceira condução ou mesmo optado pelo Metrô ou transporte individual.

Para o paulistano de menor poder aquisitivo, cortes como esse só servem para aumentar o gasto com transporte e fazê-lo perder tempo. Apesar de ser sucessora da 374T, a 519M não conseguiu segurar a demanda de sua antecessora. De acordo com o Portal Transparência, da Prefeitura de São Paulo, a 374T transportou 221.263 passageiros em setembro/2013, seu último mês em operação. Já em novembro/2013, o primeiro mês cheio da linha, a 519M/10 transportou 8 mil passageiros. Ou seja, quem usava a 374T procurou outra alternativa. Enquanto isso, a 4018/10, que, serviu de alternativa até São Mateus, não só de quem usava 374T mas a várias outras linhas extintas, transportou incríveis 310.063 passageiros.

Hoje, somente duas linhas partem de Cidade Tiradentes rumo ao centro: 4210/10 e 4313/10, ambas Terminal Cidade Tiradentes – Terminal Parque Dom Pedro II. Até por isso, a 374T/10 talvez com algum ajuste no itinerário, pudessem existir até hoje. Seria uma alternativa para chegar mais próximo à zona sul da cidade. Embora hoje tenhamos o monotrilho, que poderia atrair parte da demanda, muita gente poderia usar a linha de modo a economizar tempo e dinheiro. A existência de uma linha de metrô não impede a existência de uma de ônibus sobreposta. Exemplos não faltam. Transporte, antes de tudo, é um serviço essencial e não pode perder a sua finalidade social.



Siga o Circular Avenidas nas redes sociais:
– no Google News
– no Facebook;
– no Twitter;
– no Instagram.


 

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.